Artigos

Será que está na hora de refazer o seu site? Veja os 5 principais indícios!

Será que está na hora de refazer o seu site? Veja os 5 principais indícios!

A tecnologia não para de evoluir e diante de tantas mudanças vários empresários se questionam se está na hora de refazer o site das suas empresas.

Afinal, será que existem alguns sinais que mostram que o site do seu negócio está obsoleto? E por que fazer essas alterações pode contribuir com a melhora da imagem da sua empresa (e até com o aumento das vendas)?

Também tem essas dúvidas? Então continue a leitura e veja os principais indícios de que o seu site precisa ser reformulado!

Quais os sinais de que preciso refazer o meu site?

1) O design não é responsivo

Não precisa ser nenhum guru da tecnologia para perceber o aumento do uso e da influência dos smartphones no nosso dia a dia. Afinal, praticamente todo mundo usa o aparelho celular para se conectar à internet, acessar às redes sociais e, claro, fazer pesquisas, descobrir novas marcas e interagir com as empresas.

Porém, essa expansão dos smartphones é algo recente. E se o site do seu negócio foi projetado há alguns anos ele pode não suportar esse tipo de uso. O resultado? Um site que demora para carregar e que aparece todo desconfigurado nas telas menores dos celulares.

Por isso, a dica é sempre buscar um design que seja responsivo – que toda a parte gráfica consiga se adequar ao tamanho da tela do usuário e que não seja tão pesado, permitindo o acesso por conexões via 3g ou 4g.

Além de melhorar a interatividade do usuário, o design responsivo também conta “pontos” na hora de ficar mais bem ranqueado nas pesquisas do Google e outros mecanismos de busca.

2) A experiência do usuário é ruim

A experiência do usuário é algo extremamente importante e que fará com que o visitante consiga entender e se relacionar com as suas informações, ou simplesmente saia correndo do seu domínio e vá buscar os seus concorrentes.

Pense que o seu site deve ser atrativo e fácil de usar assim como a sua loja ou sede física. Afinal, se você entra em um PDV todo bagunçado, cheio de informações e sem nada para lhe orientar, você se sentirá atraído para continuar naquele espaço ou irá buscar o que procura na concorrência?

Então, fique de olho em quanto o seu design e a disposição das informações são interessantes, fáceis, intuitivas e informativas para os seus usuários. Isso significa um design mais “clean” com cores e fontes suaves e adequadas à leitura, uma boa estrutura de páginas, informações claras e precisas, entre outros.

3) Os conteúdos não usam as principais palavras-chaves

Ficar bem ranqueado nos mecanismos de busca é um dos objetivos da maioria das estratégias digitais. E isso não é por acaso. Afinal, o Google e os demais sites de pesquisa ajudam a trazer um tráfego essencial para o seu site de pessoas que estão descobrindo a sua marca ou buscando por produtos e serviços semelhantes ao que você vende.

Mas, se você não cuidar de algumas questões chave, dificilmente esses mecanismos saberão sobre o que o seu site aborda. Por isso, é fundamental usar corretamente as palavras-chaves para o seu setor, principalmente nos conteúdos.

Escreva textos sucintos e informativos sobre a sua empresa, seus produtos e serviços, sempre pensando em maneiras de integrar às palavras-chaves de forma natural neste conteúdo.

Além disso, você também poderá aliar um blog à sua estratégia, criando conteúdos ricos e informativos e, claro, atraindo mais pessoas para a sua marca.

4) Vocês não se preocupam com o SEO

O SEO, sigla para otimização de sites, em português, é essencial para quem deseja ficar melhor ranqueado nos mecanismos de busca. Afinal, é preciso que tudo seja pensado de forma a melhorar a experiência do usuário e facilitar a vida dos “robozinhos” do Google (de modo que eles consigam entender sobre o que é a sua página e qual a relevância que ela possui para os usuários).

Para isso, existem muitas técnicas como:

  • checar a velocidade do site, já que domínios lentos não ranqueiam bem;
  • analisar o uso das palavras-chaves ao longo dos conteúdos;
  • conferir as URLs usadas que precisam ser amigáveis;
  • verificar o uso de alt tag nas imagens (descrição rápida das imagens usadas caso elas não carreguem);
  • analisar possíveis erros de programação que podem impedir a experiência do usuário;
  • entre outras ações.
  • não há nenhuma estratégia digital.

O maior erro que os empresários cometem é lançar um site sem nenhuma estratégia por trás. Afinal, para que existe o seu domínio? Ele pode ser usado para muitos objetivos, como:

  • aumentar as vendas;
  • melhorar o relacionamento com seus clientes e futuros clientes;
  • captar leads;
  • aumentar a exposição da marca;
  • conquistar novos mercados;

Para cada um desses objetivos, existem estratégias de marketing digital que são mais ou menos indicadas. Ter um site apenas para “estar na internet” não é uma boa ideia, afinal você não conseguirá ter bons resultados.

Quais os benefícios de reformular o site da minha empresa?

Depois de ler o tópico anterior, já deu para notar que existem muitas vantagens em atualizar o site da sua empresa, não é mesmo? Veja as principais:

  • melhora a experiência dos usuários, que passam mais tempo navegando pelo seu site e interagindo com a sua empresa;
  • ajuda a ranquear melhor nos mecanismos de busca, o que significa um número maior de acessos e mais possibilidades de negócio;
  • oferece mais retorno aos seus objetivos comerciais, que podem ser de mais vendas, mais clientes ou exposição melhor da marca;
  • fortalece a imagem da sua marca;
  • melhora o relacionamento dos seus clientes.

E, então, detectou que o seu site anda um pouco defasado? Não tem problema. Venha conversar conosco e descubra como melhorá-lo e aumentar os resultados do seu negócio!

Postado por
Sócio Diretor na Agência Madison