Artigos

Pilares do seu negócio

Por que o Marketing é um dos principais pilares do seu negócio

Todo empresário, quando decide abrir uma nova empresa, monta seu plano de negócio com base nos principais pilares para o sucesso. No entanto, muitos empresários se esquecem de incluir um dos principais pilares: o marketing. Seja para empresas do varejo, indústria ou serviços B2B, o marketing é fator primordial para qualquer planejamento que visa o lucro e o reconhecimento.

A maioria dos empresários que não incluem o marketing em seu plano de negócio costumam seguir os seguintes erros:

1) ACREDITAR QUE A QUALIDADE DO SEU PRODUTO/SERVIÇO SERÁ SUFICIENTE PARA SE AUTO-DIVULGAR E GARANTIR O SUCESSO EM VENDAS

Existe um ditado antigo porém sempre atual que diz “quem não é visto não é lembrado”.  Este ditado representa bem o cenário de marketing que busca sempre manter uma empresa e uma marca na mente do consumidor. Por isso, o produto/serviço ter qualidade e agradar o gosto da clientela, é muito importante em sua reputação, mas isto só atingirá números representativos se o seu marketing fizer um trabalho bem integrado de divulgação e branding.

2) DESCONHECER DAS FERRAMENTAS DE MARKETING QUE PROJETAM AS VENDAS DE SEUS PRODUTOS/SERVIÇOS

Muitos empresários que não tiveram um estudo na área de marketing desconhecem as várias ferramentas existentes para planejar o crescimento de uma empresa, como também projetar suas vendas.  Com isto, o empresário não faz um planejamento completo, com base em números de forma assertiva. Muitos empresários acabam errando também ao atribuir essa função para o setor comercial, que muitas vezes não tem o foco necessário no planejamento, apenas no operacional.

3) ACHAR QUE O MARKETING SÓ FUNCIONA PARA GRANDES MASSAS

Muitas empresas não precisam, necessariamente, divulgar seu produto/serviço em massa. Em alguns casos, a empresa presta serviço para outras empresas ou para nichos muito específicos. Para este tipo de empresa, o marketing é tão essencial quanto qualquer outro tipo de empresa de venda em massa. O marketing é o responsável por encontrar os clientes dentro do seu nicho, como também construir um relacionamento duradouro com eles. É responsabilidade do marketing também coordenar a equipe comercial de vendas, utilizando de ferramentas que irão potencializar seus resultados e analisar mensalmente seus números.

4) ACREDITAR QUE O MARKETING SERVE APENAS DA PORTA DA EMPRESA PARA FORA

O empresário que busca ter uma equipe motivada, unida e focada em resultados não pode esquecer que o marketing interno é fundamental. Campanhas de endomarketing são muito utilizadas pelas maiores empresas de sucesso, que alcançam por meio das ferramentas de marketing um aumento na produtividade de seus colaboradores. O marketing também é necessário para treinamentos, pois a forma de abordagem e comunicação direcionada deve ser clara e eficaz. O marketing interno pode gerar tanto resultado quanto o externo dentro de uma empresa.

5) DEIXAR O MARKETING PARA UM SEGUNDO MOMENTO POR FALTA DE INVESTIMENTO

A maioria dos empresários acham que marketing custa muito dinheiro e, por isso, deixam para pensar neste setor em um segundo momento da empresa, quando ela estiver mais consolidada. O primeiro erro, neste caso, é acreditar que marketing só é feito com dinheiro, uma vez que o marketing se baseia principalmente em planejamento. O segundo erro é não colocar os custos de marketing na planilha financeira da empresa. O marketing deve estar na aba de investimento, caso não haja um investimento inicial, é necessário ter uma porcentagem do faturamento da empresa voltada ao marketing. Cada segmento atribui uma porcentagem ao marketing, que pode variar de 2% a 30%. Para atribuir esta porcentagem, o empresário deve fazer uma análise aprofundada da importância e do potencial que o marketing irá reverter para sua empresa.

6) PENSAR QUE SUA MARCA NÃO PRECISA TER VALOR

Mais um erro comum entre os empresários na hora de montar seu plano de negócio é pensar que seus ganhos sejam limitados e que a empresa sempre será dele. Uma das inúmeras funções do marketing é construir uma marca forte, de ótima reputação e admiração dos clientes e paceiros. Para muitas empresas, isto talvez não faça muito sentido, mas o que os empresário se esquecem é que sua empresa pode, eventualmente, ser vendida para um grupo de investidores ou empresários. Nessa hora, com uma marca forte e bem trabalhada pelo marketing, os valores negociados serão muito maiores. As empresas com marcas consolidadas têm um valor no mercado muito maior que empresas desconhecidas, que não cuidaram de sua imagem no mercado.

Não atribuir o marketing ao plano de negócio não é um erro comum apenas para empresários, mas também para muitas start-ups que, com baixo investimento, pulam diversas fases do planejamento de um negócio. Justamente por serem start-ups e terem um investimento baixo, que o marketing se faz tão necessário para alavancar os números da nova empresa.

Postado por
Sócio Diretor na Agência Madison