Artigos

Facebook

Mudança de algoritmo do Facebook: 12 dicas para combater a diminuição de alcance da sua marca

O ano de 2018 começou agitado. Neste mês de janeiro, Mark Zuckerberg, CEO do Facebook, anunciou em seu perfil pessoal que, nos próximos meses, o algoritmo da rede social vai dar ainda mais prioridade para publicações de amigos e familiares, em detrimento dos posts feitos por páginas. Em tese, uma notícia ruim para empresas que divulgam conteúdos no Facebook, pois será cada vez mais difícil para as marcas aparecer no feed dos usuários.

Facebook

Por outro lado, segundo Zuckerberg, os usuários têm reclamado da quantidade de publicações de empresas: “Uma vez que há mais conteúdo público do que posts de amigos e da família, o feed afastou-se da coisa mais importante que o Facebook pode fazer: ajudar a nos conectarmos uns com os outros”. Para justificar, ele disse que o Facebook fez uma pesquisa e descobriu que as mídias sociais podem contribuir mais com o bem-estar quando utilizadas para conexões com pessoas importantes.

Na prática, como funcionará o feed de notícias?

Antes: O Facebook usava sinais como quantas pessoas reagem, comentam ou compartilham posts para determinar o quão no topo do feed de notícias eles aparecem.

Depois: Segundo o comunicado postado no blog da companhia por Adam Mosseri, que cuida do feed de notícias, o Facebook tentará prever com quais posts você vai querer interagir, mostrando-os mais perto do topo do feed. A justificativa é que essas são publicações que inspiram discussões nos comentários. Além disso, posts de amigos e família serão priorizados, em detrimento de posts de página.

Fonte: Resultados Digitais

Os efeitos para as páginas

Uma coisa esperada até mesmo por Mark Zuckerberg para toda a rede e que você provavelmente verá será a diminuição de:

  • Alcance;
  • Engajamento total;
  • Tempo de consumo dos conteúdos.

A boa notícia é que a qualidade do engajamento deve aumentar, já que vamos ver a união dos melhores conteúdos  com as pessoas mais interessadas.

O que eu faço agora?

Em vez de apenas lamentar as perdas, vamos oferecer soluções para você resolver esse problema! Abaixo apresentamos doze dicas, separadas em dois grupos. O primeiro diz respeito a como conseguir ser ou continuar sendo visto no Facebook, mesmo com as mudanças:

  1. Investir cada vez mais dinheiro em impulsionamento e anúncios.
  2. Influenciar seus seguidores a colocar como “ver primeiro” sua página.
  3. Gerar conversas entre pessoas.
  4. Entender sua persona e seus hábitos dentro do Facebook.
  5. Entregar conteúdo realmente relevante.
  6. Criar publicações segmentadas e com alto potencial de engajamento.
  7. Criar grupos com pessoas engajadas, para publicar conteúdo, gerar tráfego e se relacionar com o público.

Existem outras alternativas para contornar essa situação, veja quais:

  1. Não depender somente de Facebook.
  2. Construir uma base de leads.
  3. Produzir conteúdo para site e blog.
  4. Buscar alternativas em outras redes sociais, onde seu consumidor esteja – Instagram, WhatsApp, YouTube, Pinterest etc.
  5. Investir em estratégias de Inbound Marketing.

Vale colocar que, independentemente de suas estratégias de Marketing Digital ocorrerem dentro ou fora do Facebook, nós estaremos prontos para continuar lhe ajudando. Conte sempre conosco.

Sucesso! Hoje e sempre.

Postado por
Cláudio é responsável por Marketing de Conteúdo e Digital na Agência Madison