Artigos

Criatividade

COMO SER UM ADULTO CRIATIVO?

A Agência Madison esteve presente, recentemente, no RD on the Road 2018, o maior projeto itinerante de Marketing Digital e Vendas da América Latina, na sua edição na cidade de São Paulo. Foi o segundo ano consecutivo que comparecemos ao evento organizado pela nossa parceira, a Resultados Digitais, e agora você já pode conferir em detalhes tudo o que aconteceu nessa experiência incrível, cujo responsável pela abertura foi Murilo Gun.

Murilo foi um dos pioneiros da internet no Brasil, tendo publicado dois livros sobre o assunto. Formado em Administração com MBA em Gestão, ele é empresário, apresentador e comediante. Em 2014, foi selecionado entre 80 empreendedores do mundo para morar dez semanas no NASA Research Park, no Vale do Silício, para estudar inovações disruptivas no Singularity University e, atualmente, ministra palestras sobre esse tema, além de criatividade e empreendedorismo.

“Seja poligâmico nos negócios, mas sem perder o foco.”

De forma bem humorada, Murilo Gun levou ao público muito conhecimento ao falar sobre vida criativa, o que não se resume apenas a humor e arte, mas a tomar decisões criativas que resolvam problemas. Para ele, a relação que temos com a criatividade é fortemente influenciada pela maneira como fomos educados, uma vez que o modelo de educação em que os alunos são instruídos a obedecer padrões e serem todos iguais é um dos principais fatores que limitam a criatividade.

“Adultos criativos são crianças que sobreviveram.”

Fonte da imagem: Resultados Digitais

Confira abaixo os 4 pilares para ser um adulto mais criativo*, segundo Murilo Gun:

1. INPUT/CURIOSIDADE

É onde começa o fluxo criativo. Leia e estude sobre tudo, até mesmo sobre coisas que você não se interessa tanto para ampliar seu repertório. Isso auxilia você a desenvolver seu processo criativo, pois ter uma visão sobre diversos assuntos que estão fora do seu nicho ajuda você a ter inputs que o seu mercado não está olhando.

2. PROCESSAMENTO

A hora de juntar todas as peças que a sua curiosidade trouxe. Porque nada vem do nada. A criatividade surge de colisão de universos, quando você junta coisas diferentes.

3. OUTPUT

O momento de criar novas imagens e não só recriar o que já existe. Output é coragem e é onde está o gargalo da humanidade. O ser humano às vezes fica cheio de ideias, faz o processamento, mas falta a coragem de colocar tudo em prática, muitas vezes por medo ou insegurança. A coragem de desafiar o status quo ou de reconstruir o modelo de negócios de uma empresa é essencial dentro da espiral criativa.

4. FEEDBACK

Tem a ver com tesão sobre o que você faz e sobre as coisas que você gosta. É o que faz com que o ser humano tenha uma alta performance criativa. Isto é, ser criativo fazendo coisas que te dão prazer. Não adianta você colocar em prática ideias que você não gosta. Uma hora você vai cansar, mesmo que o propósito seja lindo.

Segundo Murilo Gun, os adultos devem dar exemplo para as crianças, pois essa é a melhor maneira de educar e, nesse sentido, fazer é sempre melhor do que falar. Acontece que a vida pessoal e profissional, nos dias de hoje, acabam sempre se conversando e, para ele, todo líder é um educador, sendo que, “para educar melhor […], você vai perceber que precisa mudar a si próprio”. Ter um tempo livre pode ajudar você a dar o primeiro passo: “silenciar a mente, para poder ouvir a intuição”.

*Com informações do Blog de Marketing Digital da Resultados Digitais.

 

Sucesso! Hoje e sempre.

 

Postado por
Cláudio é responsável por Marketing de Conteúdo e Digital na Agência Madison